Home Contato Mapa do site
 

    Internação Domiciliar

     

    A internação domiciliar é a substituição do tratamento em ambiente hospitalar para o tratamento em domicilio. É necessário que o médico assistente assuma a responsabilidade técnica indicando a possibilidade da utilização deste recurso. Em alguns casos os planos de saúde fazem a cobertura das despesas. A internação domiciliar oferece maior conforto a pacientes e familiares e diminui a incidência de infecções hospitalares. Entre em contato conosco para maiores esclarecimentos.

    O serviço de acompanhante em domicilio pode ser utilizado para pacientes idosos ou dependentes. A Atendo seleciona e treina profissional e acompanha substituindo sempre que necessário.


    Vantagens do Home Care

    • Convívio com a família
    • Redução do estresse do paciente
    • Maior estabilidade emocional
    • Humanização do atendimento e Tratamento individualizado
    • Ausência de infecções hospitalares
    • Liberação de leitos hospitalares para casos graves
    • Redução dos custos na ordem de 40% a 60% em relação à internação hospitalar
    • Resgate do conceito de "médico de família"
    • Apoio, orientação e treinamento dos familiares
    • Supervisão de todos os serviços prestados
    • Equipe médica multidisciplinar, incluindo equipe de emergência 24 horas
    • Diminuição do tempo de recuperação do paciente.

     

    Principais Indicações

    • Neoplasias e suas complicações.
    • Pacientes ostomizados com incontinências fecal e urinária.
    • Cuidado gestacional e neonatal.
    • Portadores de úlcera de pressão (escara) e varicosas.
    • Feridas agudas e crônicas.
    • Quadros neurológicos:
    o Sequela de Acidente Vascular Cerebral (derrame)
    o Traumatismo Craniano e Raquimedular
    o Síndrome Parkinsoniana
    o Mal de Alzheimer Esclerose Múltipla
    o Síndrome de Lennox-Gastaut
    o Síndrome de Guillain-Barré
    o Síndrome de Charcot-Marie-Tooth
    o Doença de Werdnig-Hoffmann
    • Politraumatizados.
    • Doenças Pulmonares.
    • Diabetes e suas complicações
    • Cardiopatias.
    • Patologias vasculares.
    • Doenças do aparelho digestório:
    • Complicações da Doença de Cronh e da Retocolite Ulcerativa e Doenças Hepáticas crônicas descompensadas (Cirroses por álcool, vírus B e C etc).
    • Transplantados.
    • Pacientes fora de possibilidades Terapêuticas (terminais).